Estava lendo uma edição antiga da Revista Caras Decoração, de Portugal, quando me deparei com a imagem abaixo, de um projeto da arquiteta Cristina Jorge de Carvalho.

Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina1

A decoração inteira me chamou a atenção, mas um elemento diferente despertou meu interesse em especial: essa divisória de madeira.

A revista dizia se tratar de uma gaiola pombalina. Fui atrás de mais informação a respeito e descobri um fato interessante.

Em novembro de 1755, a cidade de Lisboa, especialmente a zona da Baixa, e grande parte do litoral do Algarve e Setúbal foram quase completamente destruídos por um terremoto seguido de um maremoto com ondas de aproximadamente 20m de altura. Mais de 10 mil pessoas morreram naquela ocasião.

Esse sismo veio a comprovar a fragilidade das construções de alvenaria. Em decorrência disso, foi incorporada nas construções da época uma estrutura em madeira inspirada nos métodos de construção dos navios: a gaiola pombalina.

A madeira, por ser deformável, tinha uma elevada capacidade de resistência às forças de tração e compressão num meio constantemente agitado.

Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina2

No projeto acima ela foi incorporada como elemento decorativo na sala de jantar. Projeto de Isabel Salema Garção.

Já no apartamento abaixo, ela aparece em diversos cômodos.

Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina3 Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina4 Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina5

Esse corredor entre a sala de estar e jantar ficou muito interessante.

Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina6

Achei muito legal essa minha descoberta. Amo elementos vazados e ainda não decidi como farei uma divisória entre o hall de entrada e a sala de estar/TV aqui do apêzinho. Quem sabe eu não aposte em uma gaiola pombalina? Ora, pois! 😉

BEIJOS E SUCESSO!!!

http://www.ideiaslindas.com/wp-content/uploads/2015/07/Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina3-940x627.jpghttp://www.ideiaslindas.com/wp-content/uploads/2015/07/Ideias-Lindas-Gaiola-Pombalina3-300x300.jpgSabrina MixDecoraçãoDivisórias,Madeira,Portugal
Estava lendo uma edição antiga da Revista Caras Decoração, de Portugal, quando me deparei com a imagem abaixo, de um projeto da arquiteta Cristina Jorge de Carvalho. A decoração inteira me chamou a atenção, mas um elemento diferente despertou meu interesse em especial: essa divisória de madeira. A revista dizia se...